Artigos

 

 Estância Casa Caminho e Luz e o trabalho da médium D. Edelarzil  Munhoz Cardoso, célebre pelas materializações conhecida como “fenômeno do algodão”.

Cada visitante recebe a benção de Dona Edelarzil, enquanto são recitadas orações (as mesmas que compõem a trezena que cada consulente deverá rezar). A seguir inicia-se uma palestra, em que a médium explica a natureza de seu trabalho e fala sobre as materializações não apenas como manifestações de trabalhos encomendados e energias negativas enviados por outras pessoas, mas como resultado dos pensamentos, das posturas, das atitudes de cada um. Então, cada consulente se dirige à frente da sala de orações, com sacolinhas (para si e para pessoas que representa), enquanto Dona Edelarzil começa a retirar do monte de algodão objetos materializados, os quais representam problemas/bloqueios, conforme explica uma lista previamente preparada (quando algum objeto materializado não se encontra na lista, Dona Edelarzil ou os colaboradores da casa orientam os consulentes). O ambiente é de silêncio e concentração. As sacolas com os objetos são entregues aos colaboradores da casa.

Horas antes do início dos trabalhos, após a distribuição das senhas, os consulentes picam com as mãos os rolos de algodão e os colocam em caixas, em exercício de preparação/meditação, enquanto ouvem   músicas calmas ou mensagens espirituais, parábolas, textos motivacionais. O ambiente é de acolhimento fraterno e solidariedade.

Dona Edelarzil deixa claro, em especial no caso da trezena, que a postura de oração é muito importante. Quem, por alguma razão, não puder rezá-la, que ore de outra maneira. Também ressalta que não adianta recitá-la ou ler mecanicamente.  As orações poderiam ser outras, mas a fé e a intenção são insubstituíveis. Tenho feito a trezena com fé e gratidão.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!